O Fim do Tzolkin e o Ser Renascido

O planeta segue o seu curso, o sol segue iluminando, a alma navegando o infinito. Que sejamos a alma do mundo, e façamos a mais bela jornada nos próximos 260 kins.

O campo mental planetário está vivenciando uma experiência esgotadora. Talvez você esteja vivenciando o ruído do inconsciente coletivo com desânimo, tentando assimilar informações velozes e uma densidade emocional jamais sentida por essa geração.

Estamos na eminência de um esgotamento psíquico que está sendo gerado pela dúvida. O tempo parece se prolongar durante a quarentena, e a rotina não se desliga dos microcomputadores, desejando mais notícias sobre o que acontece, na expectativa que a cura do vírus seja alcançada.

As notícias tomam o nosso tempo, mas não consomem o tempo, estão apenas consumindo a nossa mente.

O tempo em sua natureza é nutrido pelo não-tempo, e a natureza do tempo sempre nos eleva.

Hoje estamos encerrando mais um ciclo Tzolkin, com a regência do Kin 260, Sol Cósmico Amarelo.

Persevero com o fim de iluminar
Transcendendo a vida
Selo a matriz do fogo universal
Com o tom cósmico da presença
Eu sou guiado pelo poder do florescimento
Sou um portal de ativação galáctica entra por mim

O kin de hoje é o kin oculto do dia de amanhã, e o dia de amanhã é o kin oculto do dia de hoje. Isso demonstra a sutil ligação entre o encerramento de um ciclo e o início de um novo ciclo.

Desde a perspectiva heliocósmica, estamos apenas orbitando ao redor do Sol em ciclos infinitos. Para o cosmos, este momento planetário pode ser apenas uma reorganização de um processo evolutivo em andamento.

O tempo que hoje calibra o dia conclui uma microetapa evolutiva. Um dia é apenas um nanosegundo para os ciclos galácticos, com a possibilidade de quantificar a experiência e nos levar ao todo galáctico.

Estamos imersos nisso, se nos lançarmos para depois das nuvens do inconsciente coletivo, veremos uma luz radiante iluminando um dos lados do planeta e mantendo um campo ressonante cósmico que não é dual.

Nós, que seguimos a Lei do Tempo, estamos sendo convocados a transcender esse tempo inconsciente e empreender a jornada do Sol Cósmico Amarelo, com presença positiva, iluminando, com confiança e foco no mais elevado, para adentrar ao portal do Dragão Magnético Vermelho, a Onda Encantada do Ser, o poder do nascimento, em um novo ciclo Tzolkin de 260 dias.

Tudo o que ocorre no espaço ocorre na mente, está dentro de nós e somos nós mesmos. Não podemos separar o espaço da mente.

Como podemos sintonizar a nossa mente com o mais belo?

Nesse dia em que o fogo universal prevalece, vamos começar por limpar o campo mental da nossa casa. Vamos acender velas e incensos e realizar a Prece às Sete Direções, entoar nossos mantras do kin diário, agradecer a Hunab’Ku por esta Onda Encantada, por estarmos aqui sintonizados com o tempo, o planeta, o sistema solar e a galáxia. Vamos oferecer incensos aos nossos mestres e rezar pelo despertar da humanidade.

Toda essa crise só terá valor se o pensamento mudar, tornando-se a favor da cultura e da biosfera. Vamos pedir, através de nossos sentimentos profundos, para que essas graças sejam alcançadas, para renascer na luz do amor, da compaixão, da beleza e da unidade.

Para adentrar a Onda do Dragão, é importante que tenhamos nossa mente sintonizada com o mais elevado, porque esse portal determinará nossos próximos 260 dias.

Vamos pedir ao grande que nos guie em cada um dos atributos do tempo sagrado, e que possamos nutrir e iluminar a vida com sabedoria e inteligência. Não podemos permitir a nós mesmos estarmos mergulhados no inconsciente coletivo que clama seus prejuízos, temos que sintonizar com o ouro que está além desses pensamentos egoístas do ser humano, e nos tornarmos almas livres com o olhar no horizonte galáctico da nossa verdadeira natureza.

Façamos estes ritos para romper de vez com a pressão inconsciente que permeia a população planetária nesse tempo de incertezas.

O planeta segue o seu curso, o Sol segue iluminando e a alma navegando o infinito. Que sejamos a alma do mundo e façamos a mais bela jornada nos próximos 260 kins.

Que as bênçãos de amor e paz estejam com cada um de nós.

Feliz novo ciclo para todos!

3 comentários em “O Fim do Tzolkin e o Ser Renascido”

  1. Senhores,
    Eu sou novo nesse conhecimento do “Calendário do da 13 Luas” e comecei a tentar entender como faço para interpretar “Tzolkin”. Eu gostaria que os senhores me informassem como faço para ter esse conhecimento. Como adquiro cursos ou literatura para entender esse conhecimento do Calendário Maia.
    Vocês podem me ajudá????

    Responder
  2. Saudações,

    Por curiosidade fiz algumas verificações de Assinatura Galáctica dentro da família utilizando as orientações contidas na Cartilha Aprendendo a Lei do Tempo. No entanto, queria verificar a Assinatura Galáctica de meu neto que nascem em 06/09/2020 e verifique que a tabela com os anos/mes só vai ate 2013. Como consigo até 2019?

    Responder

Deixe um comentário

0
    0
    Seu Carrrinho
    Seu carrinho está vazio.Voltar às compras