O Novo Tempo e a Lei do Tempo

Entendendo o Tempo como uma Frequência

Tudo esta em um estado de sincronicidade. De fato, é a isso que a “Lei do Tempo” se refere como “ordem sincrônica”. O tempo é a quarta dimensão. A ordem sincrônica é para a quarta dimensão do tempo o que a gravidade é para a terceira dimensão do espaço. O que mantém tudo conectado. E estamos tanto na terceira como na quarta dimensão neste exato momento. A quarta dimensão envolve e é maior que a terceira dimensão. A terceira dimensão é física – é o espaço. Podemos tocá-lo, vê-lo e senti-lo. Ele tem a textura, a cor e o som que quisermos. Mas, me mostre onde está o tempo. Não está no seu relógio. Você não pode tocar o tempo. Não pode ver o tempo. Talvez com um sentido interno possa sentir o tempo. Então, o tempo é da mente, assim como o espaço tridimensional é da matéria. O tempo é da mente. É onde o tempo existe.

José Argüelles / Valum Votan

A descoberta da Lei do Tempo é a revelação de uma verdade científica tão fundamental, mas que tem escapado da ciência humana por muito tempo,e sua representação incorpora e derruba inteiramente a antiga ciência. Suas conclusões são tão profundas, suas consequências para o futuro da sociedade humana são tão urgentes e radicais, que é obrigatório que a descoberta da Lei do Tempo seja imediatamente levada ao conhecimento de todos os líderes mundiais.

O tempo é a quarta dimensão. O tempo é uma frequência. Uma frequência de tempo comum que molda e governa todo fenômeno tridimensional. Esta frequência é uma proporção absoluta, expressa matemáticamente como 13:20. A Lei do Tempo também toma a forma de uma equação: T[E]=Arte.

0
    0
    Seu Carrrinho
    Seu carrinho está vazio.Voltar às compras